quinta-feira, 5 de junho de 2014

Quero tempo para não andar sempre a mil à hora

Hoje acordei e queria ficar em casa a destralhar, mas fui trabalhar.
No trabalho não estive focada, com a cabeça nas coisas que queria fazer hoje, se não tivesse esse compromisso laboral.
Cheguei a casa sem energia. Cansada. Sem motivação para nada.
Liguei o modo automático e coloquei loiça e roupa a lavar. Dei um jeito na casa de banho. Planeei o jantar.
Fui para o computador para encontrar formas de me organizar.
Chego à conclusão, mais uma vez, que só posso fazer o possível, preciso de trabalhar, manter as tarefas da casa em dia, e destralhar só quando tenho tempo livre. Querer destralhar tudo de uma vez e por a casa linda só se eu não tivesse outras obrigações.
Vou ter que me contentar com o tempo que tenho. E pensar que vou destralhar tudo nas férias de verão é uma mentira que não ponho a mim própria. Sei que preciso desses dias para descansar, ir à praia, férias mesmo. Preciso desses dias de calma e preguiça, reconheço.
Mas ainda não desisti, vou encontrar uma forma de gerir o meu tempo eficientemente em que consiga fazer tudo o que quero, sem andar cansada e a mil à hora.