domingo, 6 de julho de 2014

Destralhar o meu quarto num dia que se esperava uma onda de calor e afinal até choveu!

Mau tempo a sul e a pensar que vinha ai uma onda de calor. Até já choveu hoje no Algarve. Tinha uma praiada na costa vicentina planeada, mas com o tempo assim refiz os planos.

Como não estava satisfeita com a disposição dos móveis no meu quarto, excelente dia para mudar e destralhar!

O problema maior era o acesso à janela. Tinha uma arca em frente da janela, e sempre que queria abrir a janela ou a arca, era um filme, nada prático!

 
(A janela do meu quarto antes...)
 
 
(A janela do meu quarto depois...)


Mudei tudo! Continuo a achar que tenho demasiados móveis no quarto, mas não tenho outro local para os colocar. Refiro-me à arca com a nossa roupa de inverno e ao baú com lençóis e colchas.

 
Outra coisa que queria era dar mais cor à decoração. Muitos móveis castanhos, tudo muito escuro. Comprei uma colcha de verão em bege quase crú, que contrasta com o castanho. Ficou melhor e o investimento foi muito pequeno.

Relativamente a objetos inúteis, tralha, não encontrei muitas coisas. O meu quarto tem sido destralhado muitas vezes nos últimos meses.

 
(Dois objetos que só não são inúteis porque gosto deles: um quadro que pintei e um castiçal em ferro)
 
Continuo a ter muita roupa, "alguns" sapatos, mas sou mesmo assim, gosto de roupa e de variar, não sou propriamente minimalista, nem me sinto culpada por não o ser. Já me aceitei como sou nesta questão, não sou do género ter só uns sapatos, umas calças e uma camisola. Esforço-me por ter apenas aquilo que utilizo, e esse é um trabalho continuo, destralhar para não acumular coisas.

O problema da organização dos sapatos, com a nova disposição do quarto também melhorou. Continuam no chão, em filinha, mas mais visíveis e acessíveis.




(Os sapatos que estou a usar agora, no chão em filinha... )