segunda-feira, 28 de abril de 2014

Destralhar a roupa: antes...

Estou a destralhar a minha roupa e a do meu filho.
O rapaz, que e um despachado, em 5 minutos escolheu a roupa que vai ficar no roupeiro. A outra, 95 por cento da roupa dele, não estou a exagerar, diz ele que posso deitar fora! Eu, em sofrimento, guardei a roupa toda, religiosamente, não vá o rapaz precisar dela. Agora, que passaram uns tempos, 3 meses, para ser mais exata, e mais conformada com a decisão do meu filho, estou a dar uma escolha do que vai para dar e do que fica, talvez um dia ele vista aqueles casacos, aquelas camisolas...
A minha roupa e um caso mais difícil. Destralhei o roupeiro em Setembro, voltei a faze-lo no inverno, e continuo com uma quantidade de roupa absurda.
Estou a destralhar novamente.
Aqui ficam as fotos do "antes". Quando terminar publico as fotos do "depois". Aviso que a casa esta um caos! Que sirva de alguma ajuda para alguém, que seja útil para quem esta a destralhar!

 
Sala, sofá com uma montanha de casacos e camisolas, metade meus, metade do meu filho...

 
Corredor, entrada principal da casa, ninguém entra. Montanha de roupa minha, sapatos meus em sacos e caixas, tralha que o meu filho tirou do quarto dele (impressora, cds, manual escolar)...

 
A secretaria do meu quarto, mais roupa e outra tralha, tudo meu...

 
Bau do meu quarto, mais roupa minha...

 
Chão do meu quarto, mais roupa minha...

 
Em cima da minha cama, muita roupa minha...

 
Chão do outro quarto, casacos do meu filho...